A internet abre portas no mundo inteiro para a gente acessar. Então, o que nos impede de ganhar dinheiro na internet? Conheça as oportunidades!

Uma das perguntas que pode trazer a chave para ganhar dinheiro na internet de maneira contínua e honesta é: como minhas habilidades facilitam ou melhoram a vida das pessoas?

Essa resposta pode provocar uma ótima reflexão e uma série de possibilidades podem surgir, aumentando as chances de fazer algo importante – para você e para as outras pessoas.

No entanto, preste atenção nisto: devemos manter distância das promessas de dinheiro fácil ou rápido. Todas as pessoas que alcançaram os resultados desejados no mundo online trabalharam de maneira constante, se aperfeiçoando e sem desistir. Construíram sua linguagem de comunicação, audiência e mantiveram uma entrega de alta qualidade. O tal sucesso “da noite para o dia” tem bastidores de longa data.

Presença digital: bote a boca no trombone

Vamos partir de um exemplo prático: na loja física, uma boa vitrine ajuda a vender mais e melhor. Aqui, vamos falar das ferramentas indispensáveis para ajudar a mostrar seu trabalho e ganhar dinheiro online. Aliás, a maioria delas faz dinheiro por si e, ao mesmo tempo, ajuda a atrair clientes para outras plataformas. Bora arrumar essa “vitrine”!

E se você chegou nesse artigo querendo algo diferente do que já sabe e quer gerar renda extra por um tempo determinado, falaremos dessas oportunidades também. Dá uma olhada nas dicas que trouxemos de como ganhar dinheiro na internet:

Como ganhar dinheiro na internet
    Navegue pelo índice

      1) Faça um blog

      Imagine ganhar dinheiro na internet escrevendo sobre um assunto do seu domínio. Aprofundando ideias, conceitos e atraindo patrocinadores do seu setor. Seria ótimo, não? Tudo isso pode ser conseguido a partir de um blog, mas requer constância e tempo… às vezes um tempo longo, de 4 ou 5 anos trabalhando direitinho.

      Por essa razão, muitas pessoas focam no blog para “educar” a audiência e migrar os visitantes para seu e-commerce ou outro meio de venda, sem depender só da renda vinda do blog.

      Quem produz o blog pode utilizar recursos de publicidade que podem ser incluídos na própria página ou por meio do Google Adsense. Nessa mesma linha, é possível captar marcas interessadas em sua audiência por meio de review ou outro tipo de recomendação.

      O blog também pode fazer parte de um Programa de Afiliados. Ao se afiliar a uma marca, quem produz o conteúdo reserva um espaço no blog para divulgar os produtos dela. O programa de afiliados da Locaweb, por exemplo, tem alguns produtos selecionados e remunera de acordo com a venda gerada a partir do anúncio do afiliado. Para saber no detalhe, acesse este link.

      Veja o que é preciso para participar do Programa de Afiliados da Locaweb

      SAIBA MAIS

      Uma lista rápida de itens para começar a gerenciar um blog:

      • Escolha o assunto imaginando a utilidade dele para as pessoas que se deseja alcançar.
      • Defina o nome do blog, o domínio e o lugar onde ele ficará hospedado. Para quem não tem conhecimento no assunto, escolha um fornecedor que tenha embarcado um Criador de Sites, como a Locaweb. Com a gente, você ganha o domínio do site e o e-mail, além de poder contratar o plano de hospedagem também.
      • Determine a periodicidade de publicação e cumpra isso à risca. Use uma linguagem envolvente, como quem tem uma conversa boa.
      • Procure colocar autenticidade em sua comunicação. Se inspire em bons conteúdos, mas não copie. Se copiar, cite a fonte.
      • Responda aos comentários sobre o assunto, mas não caia em provocações de possíveis críticos.

      O WordPress é uma plataforma mundialmente conhecida para blogs e outros tipos de página. Aqui na Locaweb, temos um pacote de hospedagem específica para clientes WordPress e produzimos alguns bons artigos sobre como utilizar a plataforma.

      2) Crie um canal no YouTube

      O YouTube é uma plataforma de comunicação poderosa. Criado em 2005, ele é o segundo site mais acessado globalmente e conta com quase 2 bilhões de usuários ativos por mês. Quer mais? O Brasil é o terceiro país com mais usuários nele.

      Tudo começa pela atratividade e qualidade do conteúdo. Uma pessoa pode ser grande especialista em seu tema, mas sem carisma o vídeo não vende. Uma edição e roteiros ruins também podem fazer a brincadeira acabar antes de começar.

      Vale o mesmo conselho dado para a produção de um blog: busque autenticidade.

      Para ajudar nessa empreitada, dê uma olhada em aplicativos de edição como o Canva (para Windows e Mac), Screencast-o-Matic (para Windows e Mac), Movavi (para Windows e Mac) e outros.

      De qualquer forma, comece como for possível, erre rápido e vá aprendendo no processo. Para monetizar o canal do YouTube indo além de receber pelos anúncios exibidos no vídeo, algumas estratégias podem ser conjugadas:

      • divulgue os produtos selecionados em seu Programa de Afiliados no canal
      • crie uma comunidade em que as pessoas paguem para se tornarem membros do canal em troca de conteúdos especiais
      • faça “publi” (geralmente, quando se tem uma audiência consolidada)

      À medida que o canal crescer, os rendimentos podem se multiplicar.

      Acesse a página do YouTube Creators para aprender sobre todo o processo de se produzir conteúdo para a plataforma.

      3) Esteja nas redes sociais certas

      Para atrair bons rendimentos pelas redes sociais é preciso ter uma conta ativa, com um conteúdo relevante e pessoas engajadas, além de uma base consistente de seguidores.

      É preciso investir tempo para criar conteúdo e responder comentários de maneira legítima, fortalecendo a credibilidade. Para poupar tempo, entenda se faz sentido estar em todas as redes sociais ou se é melhor escolher apenas algumas para se aprofundar. Cada uma delas (Instagram, Facebook, Tik Tok, X, Threads ou outras) tem suas características e linguagem de comunicação. Alguns conteúdos podem ser adaptados e, mesmo assim, isso leva tempo.

      As redes sociais podem ser uma ponte para levar uma pessoa até o produto físico ou infoproduto, mas também podem ser geradoras de renda, por meio de “publi” ou liveshops, por exemplo. É necessário estudar cada plataforma no detalhe para entender o que faz sentido dentro da sua realidade.

      Um gerenciador de redes sociais pode ser muito útil para organizar, responder e programar publicações. A ferramenta Etus facilita muito a vida de quem precisa movimentar as redes sociais para potencializar seus ganhos.

      4) Narre um podcast

      Para quem tem um bom conteúdo, uma boa conexão com sua audiência e um bom microfone, é possível produzir podcasts. Há várias plataformas que podem ser escolhidas, como Spotify, Apple, Deezer ou ainda publicar o podcast no blog por meio de um player de áudio inserido no post.

      Essa produção pode ser gravada em vídeo simultaneamente ao áudio, gerando mais um conteúdo para plataformas audiovisuais, como o YouTube.

      Os episódios podem ser monetizados por meio de “publi” para marcas, por parcerias e com anúncios apresentados pela plataforma no meio do programa.

      Para iniciar um podcast, vale o mesmo raciocínio do blog: escolha um tema e a periodicidade dos episódios. Depois, estipule a duração média, se haverá pessoas convidadas, aprenda técnicas de locução e faça uma boa edição. Aproveite para divulgar sua marca e produtos, se for esse o caso.

      5) Compartilhe sua experiência por Mentoria

      Se você tiver larga experiência em determinado assunto e dominar essa área, treine as pessoas para ficarem tão boas quanto você, por meio de um programa de mentoria.

      É possível iniciar divulgando seu conhecimento por meio da sua presença digital, sempre reforçando a sua autoridade no assunto. Monte turmas de mentorandos ou venda sessões pontuais. Os encontros podem acontecer online por meio de ferramentas como WhatsApp, Google Meet ou Zoom.

      Agora, se é para trilhar um caminho mais rápido e apenas ganhar dinheiro extra por um tempo, há outras oportunidades.

      Os sites Clarity.FM e Coach.me, por exemplo, conectam mentores a uma rede de pessoas que estão à procura de conhecimentos específicos. Aqui os ganhos são menores, mas não é necessário fazer uma captação ativa de clientes, nem construir site ou qualquer outra demanda prevista para quem abre uma marca e quer consolidar um negócio no digital.

      6) Crie um curso online

      Ainda na linha dos especialistas, é possível criar um curso online e deixá-lo em uma plataforma de cursos, como Hotmart, Udemy, Moodle e tantas outras. Essa opção demanda uma carga mais alta de trabalho e pode ter alguma cobrança mensal, mas uma vez pronta, pode ser uma boa fonte de renda.

      Algumas pessoas preferem abrir a venda de cursos e turmas por “temporada” e outras deixam no chamado “perpétuo”, em que o curso fica disponível para venda o tempo todo. É preciso verificar com a plataforma qual a política de venda e de hospedagem do curso.

      7) Dê aulas particulares online

      Se você prefere algo mais “um a um”, dar aulas particulares pode ser uma boa saída para fazer renda extra ou virar sua nova profissão. Criar um site, além de utilizar outras plataformas de comunicação, trará mais credibilidade ao trabalho, além de ser um meio de vender aulas ou pacotes de aulas.

      8) Crie uma comunidade

      Caso você já tenha uma audiência formada, é possível gerenciar uma comunidade nas plataformas Circle.so, Discoure.org ou Meet up, por exemplo. É possível cobrar um valor fixo por mês, semestre ou ano.

      Uma comunidade reúne pessoas em torno de um assunto específico para trocar informações e estabelecer novas conexões entre as pessoas com o mesmo objetivo. É importante redigir as boas práticas ou regras e divulgá-las na página de compra, com um campo para aceite. Isso evita problemas no futuro.

      Também é importante ter uma pessoa mediando o conteúdo para garantir que o ele esteja alinhado com as boas práticas e entregue o esperado e evitar que os assuntos descambem por uma via não desejada. Aliás, a segurança de ter um ambiente focado e controlado tem levado muitas pessoas para as comunidades.

      9) Escreva um e-book

      Tem um conhecimento muito bom em algo, mas não quer encabeçar um curso online ou mentoria? Escreveu uma estória incrível, mas não tem como investir em impressão? Produza um e-book e autopublique em plataformas especializadas como Kindle Direct Publishing, Clube de Autores, Livrorama, Hotmart e outras do tipo. Nesse produto, não dá só para contar com a sorte. Para impulsionar as vendas, é interessante movimentar a sua rede de contato, mídias sociais e outros recursos de comunicação para divulgar o e-book.

      10) Garanta sua presença digital

      Para não ficar muito repetitivo, vamos reforçar só mais uma vez: vender qualquer coisa no online vai depender de presença digital. Isso é inegociável. Especialmente para quem é profissional, o ideal é ter um domínio, com site e e-mail personalizados, para atribuir ainda mais seriedade ao produto online. Com a Locaweb é possível criar um site incrível, com ferramentas intuitivas, domínio gratuito por um ano e e-mails gratuitos.

      Algumas das sugestões a seguir podem depender de um pouco de empenho na divulgação online para aumentar os ganhos. É possível utilizar ferramentas já existentes na internet para fazer renda extra, mas elas vão “comer” uma porcentagem do seu ganho. Analise bem o que vale para você. A lista a seguir cita algumas áreas para um ponto de partida mais específico. Não se chateie se não encontrar sua área aqui, por favor.

      11) Arquitetura e design de interiores

      Venda projetos online com um detalhamento minucioso para o contratante poder executar com fornecedores indicados por você ou não. É possível vender o suporte online para fazer o acompanhamento da obra a quem comprou um projeto, caso faça sentido. Outro produto é a consultoria online para clientes que desejem “ideias novas” para executar em um imóvel.

      12) Desenvolvimento de TI

      Quem programa tem a profissão ideal para trabalhar online. Para não chover no molhado, vamos dar uma sugestão bem específica. Uma das boas alternativas é fazer Revenda de Hospedagem. Nessa modalidade, quem programa contrata um grande espaço de hospedagem e faz o particionamento dele em tamanhos menores. Cada uma dessas partes pode receber um site adequado ao tamanho oferecido. Quem programa ganha dinheiro gerenciando o espaço desses sites.

      A Locaweb oferece uma oportunidade de ganhar dinheiro na internet através da Revenda de Hospedagem, fornecendo uma série de recursos intuitivos para simplificar a experiência dos profissionais de desenvolvimento e outros interessados.

      13) Designer Gráfico e Digital

      Muito melhor que qualquer sobrinho, os profissionais da área de Design Gráfico e Digital conseguem trabalhar online com diversas ferramentas. Você pode tentar vender artes por sites especializados que fazem a ponte entre clientes e designers, mas ficam com uma porcentagem do ganho. Alguns sites são 99Designs, WeDoLogos e Fiverr.

      Nossa dica de ouro é adaptar produtos para softwares ou aplicativos que as pessoas tenham acesso para fazer suas edições. Isso pode aumentar a visibilidade do produto e gerar mais vendas. Algumas sugestões:

      • Planner: crie planners e venda os arquivos para as pessoas imprimirem em casa. Uma opção é criar arquivos com imagens para serem utilizadas em planners já existentes. O ideal é criar algumas coleções com modelos que atendam diversificados gostos.
      • Arte para empresas: crie pacotes de artes para atender a necessidade de personalização das empresas. Vale logotipo, cartão de visita, receituário para área médica, slides mestres para apresentações e outros materiais personalizados.
      • Layouts: com a popularização do Canva, muitas pessoas aprenderam a utilizar a ferramenta, mas não o suficiente para traduzir um layout profissional. Aqui há uma janela de oportunidade para designers criarem pacotes de layouts para redes sociais e venderem para essas pessoas que querem uma identidade definida em seu perfil.
      • Diagramação: faça a diagramação de livros, e-books e revistas de sua casa e envie online para quem contratou.

      14) Fotografia e Edição de Vídeo

      A área audiovisual ganhou destaque nas redes sociais e oferece uma oportunidade de ganhar dinheiro na internet, com muitas pessoas buscando aprender a realizar edições criativas de vídeos e fotos.

      • Técnicas profissionais para amadores: nesse caso, profissionais da área de fotografia e edição de vídeo podem criar cursos, e-books e workshops online ensinando os segredos de se conseguir resultados mais profissionais utilizando a câmera de smartphones, câmeras digitais ou com aplicativos populares entre esse público.
      • Tratamento de fotos digitais: nesse tipo de produto, a pessoa envia as fotos online para tratamento e as recebe de volta. Outro serviço nessa linha é a restauração de fotos antigas. Nesse caso, o cliente deve se responsabilizar por digitalizar o arquivo a ser restaurado.
      • Edição de vídeo: na modalidade online, é indispensável acertar um briefing muito bem feito, avaliar minuciosamente o material e alinhar as expectativas. Por ser um trabalho feito à distância, recomendamos sempre avaliar o material antes de dar um orçamento. Uma captação com ruídos ou problemas com a luz pode custar muitas horas de trabalho.
      • Venda fotos e vídeos em site especializado: crie um perfil em sites de vendas de fotos e vídeos e disponibilize seu material. Algumas plataformas que trabalham com esse formato são Shutterstock, iStockPhoto, GettyImages, VideoHive e Dissolve.

      15) Jornalismo

      Quem é jornalista tem também muitas possibilidades de ganhar dinheiro pela internet. Desde escrever, revisar e editar textos (e-books, livros, artigos etc) para empresas e pessoas físicas, até criar projetos autorais para autopublicação.

      Algumas plataformas oferecem trabalhos eventuais para jornalistas freelancers, como Workana ou Meu Redator, mas existem outras. O importante é buscar avaliações e opiniões de quem presta serviço nessas plataformas para saber se o que é oferecido se alinha com seu objetivo.

      como ganhar dinheiro na internet

      16) Locução

      Profissionais da voz também podem se beneficiar da internet para ganhar dinheiro: basta ter um equipamento adequado para fazer a captação de áudio em casa. Conheça algumas alternativas:

      • Crie um programa de podcast: esse conteúdo pode ser focado na própria área de Locução, dando dicas, recebendo entrevistados e colocando em pauta os rumos da profissão. Esse tipo de trabalho também funciona como vitrine para outros trabalhos.
      • Narração de audiobooks: plataformas como Fiverr, ACX e UpWork fazem a ponte entre empresas e autores que precisem de narração profissional para seus materiais.
      • Narração de vídeos para o YouTube: algumas empresas trabalham conteúdos narrados para vídeos no Youtube e podem contratar profissionais de locução.

      17) Moda e estilo

      Também há diversas maneiras para profissionais da moda e estilo obterem uma renda extra online. Alguns exemplos incluem:

      • Consultor de Imagem: a Consultoria de Imagem tem ganhado força e prestígio, atendendo a diversos perfis socioeconômicos. Muitas pessoas que trabalham com moda e precisam da flexibilidade do trabalho à distância fizeram a transição para essa profissão. Os atendimentos podem ser feitos online e o material resultante da consultoria também pode ser enviado por e-mail, Google Drive e We Sendit, entre outros recursos.
      • Segunda mão: a moda circular tem ganhado força e as pessoas estão perdendo o preconceito em utilizar peças de segunda mão. Portanto, se tiver “dinheiro parado” aí em seu guarda-roupa, separe as peças boas e coloque à venda. Algumas marcas, como Enjoei e Repassa, se disponibilizam para buscar as roupas, sapatos e acessórios na casa da pessoa, fotografam e divulgam as peças em seus portais. Nessa modalidade, a marca fica com uma porcentagem sobre a venda. Vale consultar o regulamento.

      18) Marketing

      Essa é a área do online e o céu é o limite.  Vamos citar apenas algumas alternativas para quem é do Marketing trabalhar com o online e ganhar dinheiro:

      • Planejamento de Marketing Digital: ofereça pacotes de planejamento de marketing digital do mais básico ao mais completo, atingindo diversos perfis de clientes.
      • Gerenciamento de Redes Sociais: é possível otimizar o trabalho gerenciando múltiplas contas em um mesmo lugar e aumentar os ganhos utilizando ferramentas específicas para essa atividade. Podemos citar aqui o Etus da Locaweb.
      • Gerenciamento de SEO: otimize sites profissionais de terceiros para aumentar o ranqueamento orgânico.
      • Gerenciamento de campanhas com links patrocinados: faça o gerenciamento do investimento das campanhas online para marcas e profissionais independentes.
      • Faça mediação de Comunidades online

      19) Turismo

      Até quem trabalha com Turismo pode ganhar dinheiro pela internet. Uma das alternativas é construir Guias de Viagem e vender o conteúdo para turistas. Os itinerários podem ser feitos sob medida, dentro das preferências de quem contrata, ou por tema, colocado à venda por tempo indeterminado.

      Plataformas como Reco (da Trip Advisor) e Withlocals são opções em que profissionais de turismo podem prestar seus serviços na produção de guias sob medida. O TripAdvisor tem um programa de afiliados específico para o segmento que oferece uma comissão para os membros. Vale consultar.

      20) Freelancer

      Certamente, você pode ganhar dinheiro na internet como freelancer em marketing ou desenvolvimento de software, aproveitando a tendência crescente do trabalho autônomo. Aqui estão algumas estratégias para alcançar esse objetivo:

      • Defina preços competitivos: ao estabelecer seus preços, pesquise o mercado e considere fatores como sua experiência, complexidade do projeto e demanda. Comece com preços competitivos para atrair clientes, mas não subvalorize seu trabalho.
      • Construa um portfólio sólido: crie um portfólio online que destaque seus projetos anteriores e mostre suas habilidades. Isso ajuda a conquistar a confiança dos clientes em potencial.
      • Networking: participe de grupos e comunidades online relacionadas a marketing ou desenvolvimento de software. Conectar-se com outros profissionais pode levar a oportunidades de colaboração ou referências de projetos
      • Marketing pessoal: invista na construção de uma presença online forte, incluindo um site pessoal e perfis em redes sociais profissionais. Compartilhe seu conhecimento e experiência por meio de blogs, vídeos ou redes sociais para atrair clientes.
      • Plataformas de freelancers: registre-se em plataformas de freelancers como Upwork, 99Freelas ou Workana. Essas plataformas podem ajudar a encontrar projetos e clientes.

      Até quem nem tão especialista assim…

      Há oportunidades mais gerais para ganhar dinheiro pela internet, embora essas alternativas nem sempre sejam satisfatórias. Basta ler os termos e condições para entender que ninguém dá dinheiro fácil por aí…

      Mas vamos às possibilidades:

      • Responder pesquisas online em plataformas como Pesquisas Remuneradas, PiniOn, The Panel Station e Keep Rewarding
      • Testar sites e dar sua opinião no UserTesting, Testbirds e Userfeel.
      • Se você já é um bom gamer, crie um canal no YouTube, transmita e narre seus jogos ao vivo (game play).
      • Faça live NPC (Non Playable Character) no Tik Tok. Aqui vale uma explicação sobre o que se trata o NPC: pessoas entram em uma live para imitar personagens que ficam em um loop de ações, em troca de alguns centavos – sim, pessoas estão pagando para ver outras fazendo imitações. Dependendo da audiência, pode-se levantar um bom dinheiro.

      Esperamos ter dado uma luz a partir de várias ideias sobre como é possível aproveitar esse espaço incrível que é a internet para ganhar dinheiro. E se o negócio evoluir e você precisar de serviços de hospedagem e site, fale conosco.

      Agora que você tem as melhores dicas de como ganhar dinheiro na internet, que tal profissionalizar o seu negócio?

      SAIBA MAIS