Cultura de dados pode ajudar na tomada de decisões estratégicas e na ampliação da audiência e leads da sua empresa.

No marketing digital, as estratégias orientadas a dados têm se popularizado. O data-driven marketing é uma abordagem que permite a tomada de decisões por meio de percepções geradas na análise de dados

Essa estratégia se baseia na coleta, análise e interpretação de dados para compreender o comportamento e as preferências dos consumidores. Com essas informações, as empresas podem personalizar suas campanhas de marketing, mensagens e ofertas de maneira mais precisa, direcionando seus esforços para o público-alvo de forma efetiva. 

O data-driven marketing ajuda as empresas a otimizar seus investimentos em marketing, aumentar a eficácia das campanhas e melhorar a experiência do cliente, resultando em um maior retorno sobre o investimento (ROI) e um crescimento sustentável dos negócios. 
 

Homem com um tablet na mão e há um dashboard na tela. Outro homem está apontando para um dado específico sobre a estratégia de data driven marketing aplicada.  
Insights gerados pela análise de dados contribuem para uma tomada de decisão mais eficaz. (Fonte: Getty Images/Reprodução) 

Mas, antes de falar mais sobre essa estratégia, é importante compreender o contexto em que a abordagem se desenvolve nas empresas. 

O que é cultura data-driven

A cultura data-driven, ou orientada por dados, é uma abordagem organizacional que valoriza o uso sistemático de dados e informações para nortear decisões e ações em todos os níveis de uma empresa. Essa cultura visa eliminar a tomada de decisões baseada em intuição ou suposições, priorizando informações objetivas e mensuráveis. 

Segundo uma pesquisa da McKinsey & Company, as empresas que apresentam maior maturidade digital contam com uma cultura de dados de grande relevância na tomada de decisões.  

Uma das características principais dessa cultura é a promoção da transparência e do acesso aos dados na organização. Isso permite que todos os membros da equipe tenham visibilidade sobre o desempenho da empresa e compreendam como suas ações individuais contribuem para os objetivos gerais da organização. 

Além disso, a cultura data-driven incentiva a aprendizagem contínua e a melhoria constante, uma vez que as decisões e estratégias podem ser ajustadas com base em resultados e feedbacks em tempo real. 

Como aplicar o data-driven marketing  

Na prática, a abordagem data-driven envolve o investimento em tecnologias e ferramentas de análise de dados, a capacitação dos funcionários para interpretar as informações de maneira eficaz e a criação de um ambiente que valorize a objetividade e a experimentação.  

 Duas mulheres estão conversando em um escritório sobre cultura data driven.  
Equipe de marketing pode trabalhar em conjunto com analistas de dados. (Fonte: Getty Images/Reprodução) 

Para aplicar a cultura data-driven no marketing, as empresas podem adotar várias estratégias e práticas, como: 

Coleta e integração de dados

Comece coletando dados relevantes sobre seus clientes, campanhas de marketing e interações digitais. Isso pode incluir informações demográficas, comportamentais e de preferências. 

Em seguida, integre esses dados de diferentes fontes, como websites, redes sociais, sistemas de CRM e análises de campanhas. Uma plataforma de gerenciamento de dados (DMP) ou um Customer Data Platform (CDP) pode servir para centralizar e consolidar informações. 

Análise de dados e geração de insights

Utilize ferramentas de análise de dados para extrair insights valiosos. Isso envolve a identificação de padrões, tendências e correlações nos dados para entender o comportamento do cliente e o desempenho das campanhas. 

A análise de dados pode ajudar a segmentar o público-alvo, otimizar o retorno sobre o investimento (ROI) e identificar oportunidades de marketing. 

Tomada de decisões orientadas por dados

Estabeleça um processo de tomada de decisões que coloque os dados no centro das discussões. Crie Key Performance Indicators (KPIs) relevantes e acompanhe-os de perto. Realize reuniões regulares para revisar os resultados e ajustar as estratégias com base nos dados. 

Certifique-se de que todos os membros da equipe de marketing compreendam a importância dos dados na formulação de estratégias e na criação de campanhas eficazes. 
 

mulher sentada frente a um notebook, na tela há uma mensagem de nova mensagem.
Um dos benefícios do data-driven marketing é a possibilidade de segmentar a audiência para cada campanha. (Fonte: Getty Images/Reprodução) 

Ampliando os leads e a audiência

O data-driven marketing é uma estratégia muito útil para quem deseja ampliar a audiência e gerar mais leads de maneira eficaz. 

Veja, a seguir, algumas das formas de como ele pode ser aplicado para estes fins. 

  • Segmentação precisa: ao analisar os dados do público existente, você pode segmentar sua audiência em grupos mais específicos com base em características demográficas, comportamentais e de preferências. Isso permite que você crie mensagens e ofertas altamente direcionadas, aumentando a relevância para cada segmento e, assim, atraindo mais leads que se identificam com sua proposta. 
  • Personalização de conteúdo:com base nos dados coletados, é possível personalizar o conteúdo das suas campanhas de marketing, como e-mails, anúncios ou conteúdo do site. A personalização cria uma experiência mais envolvente para os visitantes, o que aumenta a probabilidade de eles se tornarem leads. 
  • Análise preditiva: usando técnicas de análise de dados avançadas, como análise preditiva, você pode prever quais leads têm maior probabilidade de converter. Isso permite que você concentre seus esforços de marketing e vendas nos prospects mais promissores, economizando tempo e recursos. 
  • Remarketing: o data-driven marketing permite que você rastreie o comportamento online dos visitantes do seu site. Com esses dados, você pode implementar estratégias de remarketing, exibindo anúncios específicos para pessoas que já demonstraram interesse em seus produtos ou serviços, incentivando-as a retornar e se tornarem leads. 
  • Otimização de canais: Ao analisar dados de desempenho em diferentes canais de marketing, como mídia social, pesquisa paga e marketing de conteúdo, você pode identificar quais canais estão gerando mais leads e investir mais neles. Isso direciona seus recursos para onde eles têm o maior impacto. 
  • Testes A/B: podem ser conduzidos com base em dados para otimizar continuamente suas estratégias de marketing. Teste diferentes mensagens, imagens, chamadas para ação e designs para descobrir o que funciona melhor na geração de leads. 

Crie suas campanhas com a ferramenta de e-mail marketing  Locaweb

Uma das estratégias de marketing digital que pode ser bastante impulsionada a partir do data-driven marketing é o e-mail marketing. A coleta e análise de dados a respeito do comportamento de consumidores auxilia na hora de segmentar seu público-alvo e criar campanhas de disparo de e-mail mais assertivas, por exemplo. 

Entre as principais vantagens do e-mail marketing estão a flexibilidade no estilo das mensagens, que podem variar entre newsletters informativas, ofertas especiais, atualizações de produtos e outros. 

Além disso, essa estratégia oferece a oportunidade de medir o desempenho das campanhas, rastreando métricas como taxas de abertura, cliques e conversões, possibilitando ajustes e melhorias contínuas nas estratégias de marketing. 

A ferramenta de e-mail marketing da Locaweb é uma solução para ajudar você a criar e gerenciar campanhas de  de forma eficiente. Oferece recursos como templates personalizados, automação de envio, métricas de desempenho e segmentação de listas de contatos. 

Divulgue o seu negócio e se relacione com o seu público com a ferramenta de e-mail marketing da Locaweb!

Clique aqui