Novas tecnologias estão sendo desenvolvidas e implementadas, sejam elas em lojas físicas ou onlines, visando agilizar processos, otimizar operações e principalmente potencializar a experiência de compra.

Neste conteúdo, discutiremos 5 tendências em tecnologia para o varejo que podem ajudar o seu modelo de negócio, tanto com foco nas vendas como na experiência do seu cliente.

1) Análise de dados – Sistema de gestão ERP

Usar a análise de dados com a ajuda da tecnologia para entender melhor o comportamento e as preferências do cliente, é uma das tendências que mais vem se popularizado entre empreendedores do varejo. Uma delas é especificamente a utilização de um sistema de gestão ERP – software que pode ajudar no gerenciamento completo de um negócio.

Trata-se basicamente de um sistema que pode ser “alimentado” facilmente com informações do estabelecimento, seja da parte financeira, fiscal, estoque, ou até mesmo das vendas que estão sendo realizadas.

Em alguns casos, com o auxílio de um sistema para frente de caixa PDV integrado, todas as movimentações que acontecem na loja, são atualizadas automaticamente no sistema de gestão ERP, conhecido também como “retaguarda”.

Esses dados podem ser utilizados para contextualizar informações de diversas áreas, desde a demanda de determinados produtos, melhores horários de venda, ticket médio, comissões e muito mais.

Além disso, os varejistas podem usar a tecnologia para automatizar tarefas básicas do dia a dia, proporcionando um melhor aproveitamento das atividades dos funcionários como o atendimento ao cliente, processo de venda, finalização e pagamentos.

2) Inteligência na Análise de dados – Sistema de BI

Outra tendência que vem ganhando força nos últimos anos é o uso de ferramentas de análises inteligentes de dados, como o sistema de business intelligence (BI).

Solução que pode ajudar a entender grandes conjuntos de dados e descobrir padrões e tendências ocultos de forma resumida, com muito mais rapidez e facilidade.

Até mesmo em pequenas empresas, nos deparamos com uma quantidade de números que devem ser mensurados, tais como controle de metas de faturamento, lucratividade, previsão de vendas, CMV (Custo de Mercadoria Vendida), além de muitas outras de extrema importância.

Em resumo, um sistema de BI consiste em painéis e gráficos pré-definidos para que a análise de informações fique bem mais clara, simples e principalmente rápida.

Proporcionando informações ao empreendedor, conhecimentos e ideias para tomadas de decisão com mais agilidade e assertividade.

tendências tecnologia para o varejo

3) Soluções de Autoatendimento

Outra forte tendência são as soluções de autoatendimento, que permitem com que os clientes realizem determinadas ações de forma “autônoma” – sem a “ajuda” de um funcionário/atendente.

Possibilitando assim a realização de pedidos, compra de tickets/fichas de consumo, ou até mesmo executando o processo completo de compra de determinado produto, da escolha até o pagamento.

Varejistas buscam melhorar suas operações por meio do uso de soluções de atendimento e automação de pedidos, atualmente muitos comércios vêm se adaptando a esse tipo de solução. Um modelo muito utilizado é o totem de autoatendimento, proporcionando mais tecnologia na experiência do consumidor.

Além de ser uma opção interativa e diferenciada de atendimento, a agilidade é outro diferencial em destaque dessa solução, podendo citar como exemplo a redução filas em horários de maior movimento.

Sem contar que alguns softwares de autoatendimento possuem integração com sistemas de gestão ERP, potencializando também a “automação” de processos em estabelecimentos que a utilizam.

Leia também: Autoatendimento integrado ao sistema ERP: 6 vantagens incríveis

4) Automação de atendimento e pedidos

Um dos principais canais em que a automação de pedidos já é realidade, é o próprio WhatsApp, empresas vem trabalhando com esse “App”, no intuito de otimizar a sua comunicação e principalmente suas vendas.

O WhatsApp deixou de ser apenas um aplicativo de conversas, transformando-se em uma forte ferramenta de automação de pedidos pelos varejistas, seja para empreendedores que possuem lojas físicas e/ou online.

5) Soluções para Formas de pagamento

Para aqueles que atuam no comércio varejista, implementar diferentes soluções de pagamento está deixando de ser uma tendência para se tornar uma realidade necessária.

Se o estabelecimento é limitado a receber determinadas formas de pagamento, pode estar deixando dinheiro na mesa, além de prejudicar diretamente a satisfação do cliente, que consequentemente pode deixar de consumir, impactando diretamente o faturamento da empresa.

Aceitar cartões de débito ou crédito já é considerado um processo básico na maioria das empresas, inclusive muitos negócios já estão se adaptando a soluções de “aproximação”, PIX ou QR Code, acompanhando a evolução dos seus clientes.

Proporcionar formas de pagamento ágeis e seguras que otimizam o processo de pagamento nas empresas, são tendência fundamentais para o sucesso entre os varejistas atualmente.

Leia também: O que é TEF? Entenda porque e como adotar esse sistema de pagamento

Como podemos observar, estar dentro das principais tendências do mercado para tecnologia no varejo, seja ela online ou física, é essencial. Com isso, você não vai mais perder vendas e vai estar otimizando todos os processos dentro da empresa, trazendo muito mais agilidade, confiança e segurança para seus clientes.