Definitivamente, para a saúde financeira de uma empresa, é preciso entender os indicadores financeiros. Afinal, é por meio deles que você saberá o quanto lucrou e faturou. E também, se está no caminho certo ou se precisará rever a trajetória do seu negócio.

Algumas empresas de médio e pequeno porte não realizam esse tipo de análise com indicadores. O que é altamente arriscado. Afinal, com os indicadores é possível obter os dados necessários para saber se as ações tomadas estão dando os resultados esperados.

Ao contar com essa análise de dados, você conseguirá ter uma noção maior do verdadeiro tamanho do seu negócio. Podendo avaliar até mesmo expansões e aquisições, por que não?

Então, dada a relevância do assunto, resolvemos falar com você sobre o que são os indicadores financeiros e porquê eles são importantes para qualquer negócio. Acompanhe!

O que são indicadores financeiros?

Os indicadores financeiros nada mais são do que métricas e meios para coletar e gerar informações sobre o desempenho financeiro do seu negócio. É com eles que você saberá o quão saudável é o seu empreendimento.

Se você já ouviu falar sobre KPI, saiba que são a mesma coisa. Key Performance Indicators, na sigla em inglês. Ou seja, Indicadores-Chave de Performance.

Esses indicadores são responsáveis por levantar dados relevantes sobre o capital da sua empresa. Assim, é muito melhor ter em mãos dados confiáveis para analisar se o seu negócio está tendo o desempenho esperado.

Para citar alguns exemplos fáceis de indicadores, podemos mencionar o próprio faturamento, ticket médio ou ROI. Cada um com seu parâmetro e ponto de vista.

Para que você entenda melhor, a seguir, falaremos mais sobre cada um deles e a importância de cada um nos negócios.

quais são os indicadores financeiros

Quais são os principais indicadores financeiros?

Agora, para entender com mais detalhes sobre eles, separamos para você uma lista com os principais indicadores financeiros. Aproveite para saber se você está acompanhando algum deles em sua empresa e qual precisa melhorar.

1) Margem bruta

Também conhecido como margem de contribuição, a margem bruta indica qual é a porcentagem de ganho que a empresa incorpora a cada venda realizada. Isto é, ele mostra a margem de lucro bruta, após a empresa pagar os impostos e demais custos de produção.

Assim, com esse indicador também é possível saber o quanto sobra para pagar as despesas fixas como, aluguel e salários, por exemplo.

Logo, a margem bruta é um indicador fundamental para avaliar o desempenho financeiro, pois, com ele, é possível saber se a receita é suficiente para pagar todos os custos da empresa e, ainda assim, obter lucro.

2) EBITDA

É uma sigla em inglês para Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization. O que em português significa: lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização.

Então, como o próprio nome sugere, o indicador EBITDA nos mostra o quão a empresa é rentável. Pois ele indica toda a receita sem levar em consideração os impostos e demais descontos.

Em outras palavras, ele resume o potencial de geração de caixa. Assim ele é útil para calcular o quanto a companhia é competitiva e eficiente em sua gestão. Por isso, ele é um dos principais indicadores financeiros para monitorar.

3) Margem líquida

Aqui temos o que mais interessa ao gestor(a) e dono de um negócio. Conhecer a margem de lucro líquido de um empreendimento é essencial para uma boa performance.

E é isso que o indicador Margem líquida mostra aos gestores. Ou seja, a porcentagem de lucro líquido obtido em relação a receita total da empresa.

É aqui que o empreendedor define os preços dos seus produtos, por exemplo. Isto é, ao fazer isso, você deve garantir que o preço praticado cobrirá os custos de produção, assim como estar na média praticada no segmento.

Para ilustrar e ficar ainda mais fácil:

Margem de lucro = faturamento – custos – despesas operacionais e financeiras – impostos.

O resultado desta fórmula dará a você uma maior noção de quanto realmente sobra em relação ao preço cobrado. Isso ajuda e muito no planejamento financeiro e claro, na formação de preços mais assertivos.

4) Margem de custos

O nome deste indicador já nos diz tudo. A margem de custos leva em consideração os custos totais de toda a operação, como:

  • A estrutura do local;
  • Insumos;
  • Embalagens;
  • Folha de pagamento;
  • Impostos;
  • Maquinário;
  • Manutenções em geral, entre outras despesas.

Geralmente, esse indicador é incorporado de alguma maneira ao de margem de contribuição. Pois com eles é possível saber o quanto sobrará para a empresa após pagar as despesas fixas e variáveis.

5) Ponto de equilíbrio (Break Even Point)

Talvez você já tenha ouvido falar do termo break even point ou ponto de equilíbrio. Pois bem, ele é um dos principais indicadores financeiros que você precisa estar de olho.

Trata-se de uma métrica que indica o valor mínimo que a empresa precisa possuir e faturar para poder cobrir todos os seus custos e despesas.

Em outras palavras, é essa a métrica que você pode ter como referência para saber quando a sua empresa começará a dar lucro. Por isso ele é tão importante.

6) Liquidez Corrente

A liquidez corrente é um indicador financeiro que mede a capacidade de uma empresa de arcar com suas obrigações a curto prazo.

Para saber como calcular esse indicador financeiro, primeiro é preciso conhecer  outros dois conceitos:

  • Ativo circulante: é todo bem ou direito de uma empresa que pode ser transformado em dinheiro, como o estoque, por exemplo.
  • Passivo circulante: é toda dívida da empresa e que precisa ser paga em até um ano, como impostos.

Agora, basta realizar o cálculo: liquidez corrente = ativo circulante / passivo circulante.

Se o resultado for maior que 1, significa que a empresa tem saldo suficiente para pagar suas contas em um curto prazo de tempo. Se for igual a 1, significa que o capital e as obrigações estão equilibradas.

Agora, se for menor que 1, isso quer dizer que o capital é insuficiente para bancar todas as obrigações e isso precisa ser revisto.

7) Cobertura de Juros

Este indicador é importante para a empresa, pois mede a capacidade de pagamento dos juros advindos de dívidas e empréstimos feitos por ela. Quanto maior for esse índice, maior será a capacidade de a empresa quitar essa dívida de juros.

O indicador de cobertura de juros é calculado da seguinte maneira: Cobertura de juros = lucro antes dos juros e imposto de renda / despesas com juros no ano.

Como você pode perceber, você pode levar em consideração o indicador EBITDA, citado anteriormente no artigo, na fórmula e dividi-lo com as despesas com juros no ano.

8) ROI

O ROI é mais um importante indicador financeiro que faz parte da nossa lista. ROI é uma sigla para Retorno sobre Investimento. Ou seja, ele indica o retorno financeiro obtido após algum investimento realizado pela companhia.

É por meio dele que vemos o quanto a empresa ganhou (ou não) depois de ter investido recursos em alguma aplicação. Seja em treinamentos de pessoal, em produtos e serviços, campanhas, entre outras atividades corporativas.

Por exemplo, o ROI é um indicador financeiro muito utilizado para saber se uma campanha de marketing está funcionando ou não. Além disso, ele é um parâmetro importante para comparar o seu retorno com o de seus concorrentes.

como trabalhar com indicadores financeiros

Por que os indicadores são importantes para minha empresa?

Como você pode ter percebido até aqui, uma das coisas mais importantes para se ter ao tocar uma empresa e que esses indicadores financeiros podem fornecer é: informação. E não só informações básicas, mas sim, precisas e de alta complexidade.

Ao se deparar com a informação de que determinada empresa vendeu uma quantidade considerável de itens, não significa, necessariamente, uma coisa boa.

Afinal, apenas aplicando estes indicadores é possível determinar com precisão se essas vendas acarretaram em lucro efetivo. Ou apenas foram vendas a prazo ou ainda, pagamentos atrasados.

Portanto, é correto dizer que os indicadores financeiros ajudam a formar uma base de dados confiável para a tomada de decisão dos gestores. Em uma área que é essencial para o negócio, a saúde financeira.

Dito isso, é preciso dar um sinal de alerta aqui. Cuidado se, por um acaso, você está olhando apenas o faturamento e o resultado das vendas. Isso não é suficiente para determinar o desempenho do seu negócio.

Como só isso não é suficiente, é primordial ter um sistema que conta com todas essas ferramentas bem acessíveis para te ajudar a tomar as melhores decisões. Através de diagnósticos aprofundados, é possível aumentar a produtividade e reduzir custos.

Como utilizar os indicadores da melhor maneira?

Como provavelmente esses indicadores financeiros serão implementados com a empresa já rodando, a dica aqui é analisar o planejamento estratégico e reconhecer quais são as necessidades do empreendimento.

Para, a partir disso, determinar quais são os indicadores mais relevantes para o negócio. Assim, realizar o acompanhamento deles também fica mais fácil e ágil.

O uso de relatórios financeiros é muito comum neste acompanhamento. Você pode definir um período de avaliação para cada indicador e ainda, utilizar um sistema de gestão, como um sistema ERP, por exemplo.

Ao obter os resultados, é necessário interpretá-los. Assim, é preciso ter em mente algumas questões, como:

  • O que estes dados estão me dizendo em relação a minha empresa?
  • Como está a saúde financeira do meu negócio?
  • Está dentro do planejamento estratégico?

Os indicadores financeiros também podem ser utilizados para tomar decisões a respeito de investimentos, por exemplo. Ou seja, através de uma análise minuciosa de determinado investimento, é possível saber se alocar recursos nele é viável ou não.

Agora você já sabe o que são indicadores financeiros e como utilizá-los, além de conhecer as principais métricas utilizadas no mundo corporativo. Agora você pode colocar esse conhecimento em prática para melhorar a tomada de decisão do seus negócios. 

Por que fazer a gestão integrada com um sistema como o Bling ERP?

Esperamos que este guia sobre indicadores financeiros tenha tirado todas as suas dúvidas sobre essas métricas usadas no mundo dos negócios. Métricas essas que em resumo: 

  • Auxiliam na tomada de decisão;
  • Dão um diagnóstico preciso sobre a saúde financeira da companhia;
  • Os indicadores mostram onde os recursos estão sendo alocados;
  • Os indicadores mostram os resultados obtidos após cada venda;
  • Auxiliam em uma montagem de banco de dados confiável;
  • Eles fornecem informações úteis sobre resultados positivos ou negativos após ações de publicidade, entre outras coisas.

Assim, concluímos que contar com a ajuda destes indicadores é essencial para um desempenho financeiro muito mais eficaz.

Para trabalhar com esses indicadores da melhor forma, é preciso um sistema ERP de qualidade, intuitivo e integrado com as mais diversas áreas.

Na gestão financeira, o ERP da Bling é um grande aliado. Com ele é possível organizar todos os seus pagamento em um só lugar. Nele você pode:

  1. Acompanhar o status das suas contas a receber, assim como pode registrar os pagamentos recebidos;
  2. Com o Bling ERP você tem em mãos fácil acesso a um controle de contas a receber com atualização automática do DRE;
  3. Organize as suas despesas por categorias e os gastos com fornecedores;
  4. Saiba quais clientes geram mais lucros com relatórios claros, deixando de lado as planilhas sem fim.

Além disso, o sistema ERP da Bling gera relatórios financeiros automaticamente e auxiliam o gestor a ter uma visão mais ampla sobre a saúde financeira do seu negócio. Assim, trabalhar com indicadores financeiros nunca ficou tão fácil.

Para te ajudar ainda mais na gestão financeira da sua empresa, assim como em outras áreas, temos uma condição especial para clientes Locaweb. Confira!

Ganhe 3 meses de acesso gratuito na plataforma Bling usando o cupom #locaweb

CLIQUE AQUI

Com esse cupom você terá 3 meses de acesso gratuito à nossa plataforma para aproveitar todos os recursos que o Bling oferece.

Lembre-se de digitar a hashtag também para o cupom funcionar e aproveite para testar os nossos serviços.

Ah, e essa oferta é válida somente para novas contas criadas no Bling e não cumulativa com outras promoções. Acesse agora mesmo o site do Bling ERP!