A segurança na nuvem deve ser tratada com bastante atenção. Conheça os potenciais riscos e as formas de proteger seus dados.

Empresas que utilizam a computação em nuvem podem contar com uma solução completa de inteligência tecnológica, além de otimizar seus recursos operacionais, ganhar eficiência e estarem preparadas para o aumento da escala.

Podemos afirmar que a flexibilidade de trabalho e a abertura para inovação possibilitadas pela computação em nuvem são pontos indissociáveis da transformação digital. 

Por essas e outras razões, é indispensável trabalhar os pontos de cibersegurança de modo atento e contínuo.

Hoje, vamos ver pontos importantes sobre como manter os dados armazenados na nuvem em segurança.

Navegue pelo índice

    A computação em nuvem e a segurança de dados

    Proteger os ambientes de computação em nuvem é essencial para os negócios digitais e há diversas responsabilidades contempladas nesse escopo. 

    É preciso considerar, além do armazenamento de dados, a segurança da estrutura física que suporta a nuvem, a segurança dos softwares que permitem seu funcionamento, os sistemas operacionais, além das estruturas de virtualização utilizadas em máquinas host ou de convidados, por exemplo. 

    Provedor do serviço precisa estar atento aos protocolos e certificados de segurança, mas certamente quem utiliza na ponta, o usuário final, também deve agir de acordo com as boas práticas de cibersegurança.

    Pontos importantes da segurança na nuvem são a prevenção contra ameaças aos dados e proteções durante o trânsito de informações, exigindo de fornecedores e clientes o uso de ferramentas eficientes contra os ataques de cibercriminosos

    A criptografia é considerada uma das melhores tecnologias de segurança, pois tem a capacidade de codificar dados de ponto a ponto. 

    O Certificado SSL é outro protocolo indispensável, pois autentica a identidade de um site e criptografa todas as informações entre servidor e navegador web.

    Veja as melhores ofertas para comprar o domínio do seu site!

    Ameaças na computação em nuvem

    Em cibersegurança, os esforços são concentrados em proteger os dados dentro de uma determinada área, dentro de um perímetro em que a informação trafega. 

    O risco é potencialmente mais alto em um local como a nuvem, uma vez que esses ambientes trabalham em rede – ou redes. Nesse caso, profissionais de cibersegurança precisam adotar medidas mais específicas.

    Um dos problemas mais comuns está relacionado a credenciais fracas ou ferramentas de segurança ineficientes. 

    Os cibercriminosos têm utilizado recursos de acesso cada vez mais sofisticados e conseguem invadir, sem dificuldade, quando a solução adquirida não protege adequadamente todos os pontos vulneráveis.

    Um exemplo simples está em proteger os dados sem proteger a própria nuvem. Se o cibercriminoso consegue invadir a própria nuvem, quebrar a proteção de dados é só uma questão de tempo.

    A falta de segurança na nuvem expõe provedores e usuários a outras ameaças. Podem acontecer problemas como:

    Ataque por ferramentas maliciosas: como DDoS, malware, phishing e outros tipos de vírus.

    Falha do admin na concessão de acesso: erros de configurações ou mesmo a facilitação voluntária de invasões.

    Problemas na própria infraestrutura que suporta a nuvem: falha na redundância de backup de dados.

    Proteja sua nuvem

    Quando o ambiente de segurança da nuvem está comprometido todo mundo sofre: da pessoa que empreende até o usuário final.

    Aliás, qualquer pessoa comum que utilize a nuvem para armazenar seus dados deve ter uma cópia de segurança deles – no computador pessoal, HD externo ou outro serviço de cloud. 

    E se você compartilha dados a partir da sua nuvem, lembre-se de verificar as permissões e estudar melhor as boas práticas de segurança oferecida pelo próprio software. 

    Geralmente, esses serviços de armazenamento gratuitos ou muito básicos podem não contar com uma ferramenta de criptografia. A melhor coisa a se fazer é buscar informação.

    Atenção a  vulnerabilidade dos dados

    É importante relembrar que um dos aspectos de maior vulnerabilidade dos dados na nuvem é quando eles estão sendo trafegados de um ponto a outro. Pode ser a partir do provedor até um aplicativo. 

    Aqui, é imprescindível contar com a criptografia de ponta a ponta, principalmente quando se trata de informações sensíveis.

    No caso de utilizar criptografia, o cuidado com as chaves de acesso deve ser redobrado. Se possível, crie uma chave reserva fora do ambiente da nuvem. Além disso, troque as chaves de criptografia periodicamente.

    Já as configurações exercem um papel muito importante na segurança da nuvem, pois erros de configurações são as maiores portas de entrada para cibercriminosos. Caso seu provedor de nuvem ofereça controles de segurança opcionais, ative-os também.

    Práticas digitais do dia a dia

    Fazer o básico bem feito nunca é demais quando falamos em segurança, não apenas na nuvem, mas nas práticas digitais do dia a dia. Nunca é demais relembrar que:

    As senhas precisam ser fortes e seguras

    Utilizando uma combinação de caracteres em caixa alta e baixa, além de símbolos. Se suas escolhas forem óbvias, obviamente você está se colocando as informações em risco. 

    Se tiver dificuldades com senhas, considere assinar um gerenciador. É uma ferramenta muito útil.

    Cuide dos equipamentos 

    Cuide dos equipamentos envolvidos na manipulação da nuvem estejam devidamente protegidos – todos mesmos. 

    Tenha sempre um ponto de restauração dos dados

    Ou seja, tenha um backup. Não subestime esse ponto, pois ele pode salvar sua pele em casos de ataques cibernéticos ou problemas técnicos. 

    Revise as configurações de permissão de acesso 

    Assim, você terá certeza de que elas são compatíveis com as boas práticas de segurança. 

    Evite o uso de redes públicas de Wi-Fi

    Prefira usar a VPN para proteger seu gateway.

    Utilize softwares de segurança 

    Evite vírus e outros programas maliciosos.

    Conheça os diferenciais da Locaweb

    A Locaweb, além de oferecer opções de certificados de segurança SSL, pode ajudar você a configurá-los – com suporte em português. Ao contratar um serviço de hospedagem ou servidor conosco, você pode incluir um certificado SSL em sua assinatura.

    O certificado digital SSL Locaweb é uma ferramenta certificada pela Global Sign, uma das maiores entidades de certificação para domínio web em todo o mundo.

    Além disso, nosso Data Center fica no Brasil, garantindo baixa latência na transmissão de dados.