Crie sua loja online para começar a vender pela internet

Confira essas dicas essenciais que preparamos!

Comece a vender online hoje mesmo

Ter uma loja virtual é a melhor maneira vender online

Categorias: Criar e montar um Site

24 horas no ar

Com uma loja virtual própria, você está sempre disponível para oferecer seus produtos...seja no seu bairro, cidade, estado, país e, até mesmo, para o mundo!

Estar onde as pessoas procuram

A internet faz parte da jornada de compra de qualquer produto, desde alimentos de centavos até carros importados, as pessoas procuram na internet para decidirem suas compras.

Digitalização e visibilidade

Ter sua própria loja virtual é um dos primeiros e mais importantes passos para a digitalização do negócio. Afinal, estar online é aparecer onde as pessoas estão tanto para vender online como para levar pessoas para a loja física.

Não depender de um canal e ainda vender mais

Trabalhar com e-commerce proporciona uma sensação de liberdade quando o assunto é vendas, tudo porque você vende na sua loja virtual, marketplaces, redes sociais e tem disponível as melhores ferramentas de buscas para:

  • Vender mais produtos para qualquer lugar do mundo;
  • Fazer a validação sobre a demanda de algum produto que queira testar;
  • Ter sempre uma diversidade de canais e não depender de mudanças no ambiente físico ou digital;
  • Descobrir tendências sobre como e o que seus clientes buscam online.

Quer ter uma loja virtual? Atente-se aos principais pontos para evitar dores de cabeça

Começar a vender online é uma iniciativa praticamente essencial hoje, mas estar atento desde o início nas escolhas faz toda a diferença para ter um e-commerce de sucesso. Por isso, sempre busque por:

Estabilidade

Uma loja virtual fora do ar ou com lentidão é como se você chamar clientes ou fazer propagandas para um endereço físico de um terreno vazio. Valide o histórico e garantia de estabilidade na escolha de uma plataforma de e-commerce para garantir que sua loja esteja sempre disponível quando seus clientes procurarem.

Integrações

Mesmo que não sejam necessárias muitas integrações no começo de uma loja virtual, a falta delas com certeza evitará o crescimento do seu negócio, seja pela limitação ou pela inexistência de solução. Veja sempre a quantidade e leque de opções que a solução oferece integração, dê sempre preferência para o mais completo para garantir um crescimento constante.

Recursos de vendas e marketing

Quanto mais recursos de vendas você tiver, maiores são as possibilidades de teste e acertos para aumentar o faturamento do seu comércio. Para marketing não é diferente, desde recursos para uso no Google, Facebook e WhatsApp até programa de pontos são importantes para trazer tráfego, converter em vendas e fidelizar clientes.

Gestão

O sucesso das vendas online passa pela presença em vários canais diferentes (como loja virtual e marketplaces), onde gerir tudo pode se tornar um pesadelo. Para não sofrer com a gestão, busque sempre por uma solução que faça a integração completa dos canais de venda, que facilite o levantamento de informações, realização de mudanças, tomadas de decisões e consolidação de resultados.

Suporte

Como qualquer coisa que iniciamos na vida, começar uma loja virtual irá requerer um tempo de aprendizado. Por isso, prefira sempre o uso de uma plataforma que forneça diferentes canais de suporte, como central de ajuda, chat, e-mail e telefone, pois isso fará toda a diferença no começo e no crescimento do seu e-commerce.

Independência

Assim como o e-commerce traz a independência de canais para estar sempre vendendo, você não pode ficar dependente para fazer atualizações e mudanças nele. Avalie sempre se você consegue ter o controle de mudanças, desde a mais simples como preço, estoque e banners até as mais complexas como layout e informações da loja, isso poupa tempo e muito dinheiro no seu dia a dia.

Atualizações

Assim como o seu comércio, a solução escolhida não pode ficar parada. Afinal, no digital e principalmente no e-commerce as coisas evoluem constantemente –não as acompanhar significa parar no tempo! Por isso, a dica é: veja o quanto a solução tem se atualizado desde recursos até integrações para ter um parâmetro de quanto é a evolução e acompanhamento das tendências ao longo do tempo.

Há diferentes maneiras de vender online

Não tem forma certa ou errada, o ideal é sempre trabalhar com o máximo de canais possíveis para ter o máximo de resultados quando o assunto é vendas online.

Loja virtual

Possibilita trabalhar com domínio próprio, sua identidade e suas próprias regras que, além de ser uma propulsora de vendas, ainda é uma máquina de exibição da marca e consequentemente uma aliada no branding. Seja para vendas B2B (empresa para empresa) , B2C (empresa para cliente final) ou ambos, ter a loja virtual é montar sua própria casa e colocar suas regras nas vendas online.

Marketplaces

Utilizando da autoridade, aquisição de tráfego e condições comerciais agressivas, vender nos marketplaces é uma das maneiras mais eficazes de entrar e crescer no e-commerce no Brasil. Opções não faltam! Seja para atuar em grandes varejistas que possuem vários segmentos como Mercado Livre, Casas Bahia, Magazine Luiza ou para nichos de mercado por meio da Netshoes, Madeira Madeira e outros, os marketplaces devem ser levados em consideração na estratégia de qualquer loja virtual.

Redes Sociais

As redes sociais fazem parte do dia a dia do brasileiro, basta olhar para o lado ou até mesmo analisar o seu uso que chegará à mesma conclusão. Mas não se engane que as redes sociais, como Facebook e Instagram, são apenas entretenimento! Hoje, elas são parte importante na decisão de compra e tem enorme poder de influenciar na escolha de qualquer pessoa e, claro, são um pilar de muita importância quando o assunto é loja virtual.

Parcerias e afiliados

Fechar parcerias com outras lojas, empresas ou influenciadores é uma ótima maneira de trazer tráfego qualificado e aproveitar a autoridade desses facilitadores. A estratégia é simples: os parceiros já possuem sua autoridade com seus clientes, seguidores ou colaboradores e ao indicarem a loja virtual para compra (com condição diferenciada ou não) têm potencial de acelerar as etapas da jornada de compra – principalmente na quebra de objeções sobre a segurança de adquirir com o e-commerce ou não.